O MAIS IMPORTANTE MANDAMENTO DA LEI Mc 1 – Pe. Mendonça

29 02 2008

jesus medita ddd doidin de deus

No evangelho de hoje vemos um facto ímpar em Marcos. Um mestre da Lei de Moisés reconhece em Jesus como Mestre e por isso tentando acalmar a discussão que se tinha levantado à volta d’Ele o interroga sobre qual seja o maior mandamento da Lei. Partimos do princípio de que os escribas eram intelectuais, conhecedores profundos e pormenorizados dos textos da Lei de Moises. Jesus olhando bem para ele, poderia até se questionar como é possível, este homem sendo doutor da Lei não sabia qual era o maior. Mas tudo bem:
“Escute, povo de Israel! O Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Ame o Senhor, seu Deus, com todo o coração, com toda a alma, com toda a mente e com todas as forças.” E o segundo mais importante é este: “Ame os outros como você ama a você mesmo.” Não existe outro mandamento mais importante do que esses dois.

Na resposta de Jesus está duas realidades. A relação do homem com Deus. E do homem como o homem para depois voltarem os dois para Deus o princípio e o fim do homem. Portanto o segundo mandamento completa o primeiro e que, em conjunto, resumem toda a lei. Este se refere ao amor do próximo Jesus esclarece o escriba, que o interroga, que não é possível cumprir o primeiro mandamento sem o segundo.

O Apóstolo João nos vai dizer quem afirma amar a Deus, que não vê, e não ama o próximo que vê, é um mentiroso. Logo, os dois mandamentos se abraçam e se completam. Este é o modelo que o próprio evangelho nos apresenta na relação amistosa entre Jesus e o escriba, pois ambos se elogiam reciprocamente. Nisto consiste o amor: no reconhecimento de uma recíproca igualdade e numa mútua e perpétua fidelidade. É assim com amor: dá e recebe como Jesus. N’Ele está constantemente a cumprir-se o tudo dar de Deus ao mundo no Filho e o tudo receber por parte do Filho para tudo dar ao Pai nos seus irmãos.

Ante a sábia resposta do Verdadeiro Mestre, o mestre da Lei, no diálogo com Jesus enxerga e afirma que o amor a Deus e ao próximo supera todos os holocaustos e sacrifícios. Reconhece, assim, os dois maiores mandamentos. Jesus, então, afirma que ele não está longe do Reino de Deus.

A expressão de nossa adesão ao amor de Deus não é o culto religioso, mas sim o amor concreto e solidário ao nosso próximo. Pois o próximo é o meu passaporte para o Reino do Céu e o Visto de entrada são as obras de misericórdia!

padre mendonça ddd doidin de deus grampulino e ambrosio

Pe. Mendonça – Sacerdote da Diocese de Benguela – Angola
No Brasil é Estudante de Comunicação Social – Rádio e TV
Residente na Comunidade Canção Nova – Cachoeira Paulista – SP

Anúncios

Ações

Information

4 responses

17 12 2008
fabiana

é de mais isto dis tudo o q eu qro

18 12 2008
Equipe DDD

é sempre bom quando a gente encontra o que precisa ler, ver ou escutar

Deus te abençoe,

seja sempre mais DDD

17 12 2008
fabiana

aven maria nao á lol

15 01 2010
Edegar Lutzer

Gostaria de complementar a belissima explicação.

Como os doutores da lei perturbavam Jesus, sempre que possível tentavam questionar sobre as leis, acusavam de não cumpri-las conforme os preceitos dos Judeus doutores na lei.
Na semana passada relendo a parábola do bom samaritano percebi que existem muitas mensagens em Lucas capitulo 10, vejamos 4 versos antes da parábola

Na Bíblia em Lucas 10 nos versículos abaixo está escrito:
25 E eis que se levantou um certo doutor da lei, tentando-o, e dizendo: Mestre, que farei para herdar a vida eterna?
26 E ele lhe disse: Que está escrito na lei? Como lês?
27 E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo.
28 E disse-lhe: Respondeste bem; faze isso, e viverás.

Era entendimento dos judeus que as tábuas dos dez mandamentos estavam divididas em duas partes, a primeira se referindo a Deus e a segunda se referindo ao próximo, assim Jesus devolveu a pergunta deste doutor em leis e perguntou “Que está escrito na Lei? “ e na segunda pergunta acrescentou “Como Lês?”, ele perguntou na realidade como você entende ou interpreta os dez mandamentos, ai este doutore respondeu “Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo.”
Após a resposta exata Jesus simplesmente disse “Faze isto, e viverás”

Quando Jesus explicou em Marcos sobre os dois mandamentos, Ele nada mais fez do que repetir aos Judeus o que eles já sabiam e assim também ensinavam, de maneira que Jesus afirmou que deveriam fazer isso mesmo e eles viveriam a vida eterna, é lindo esta passagem, resumidamente está contido todos Dez Mandamentos e é só observa-los, justamente os Dez Mandamentos dados a Moises, e então teremos a vida eterna.

O reino de Deus é baseado no amor, ele não poderá ter junto dEle quem não ama a Deus, por isso “Amar a Deus sobre todas as coisas”, se amamos a Deus obedecemos, se obedecemos por amor com certeza queremos a direção dEle, assim Deus podemos estar com Ele (Deus) quando ele nos chamar, mas se não obedecemos é opção nossa não estar com Ele, e a forma de demonstrar este amor é obedecendo as Suas Leis, assim amando a Deus sobre todas as coisas é fácil amar ao próximo, é o complemento do amos à Deus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: