EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA

19 04 2008

Meu irmão, minha irmã, a liturgia deste domingo convida-nos a refletir sobre as seguintes perguntas: Por onde quer passar? Aonde quer chegar e onde pretende ficar? A estas três perguntas Jesus responde no Evangelho de hoje. Não se preocupe com o como chegar, o lugar, e o modo como ficar no lugar escolhido ou pretendido. Escute o que Jesus lhe diz: “Ninguém vai ao Pai sem passar por mim”. Portanto, o caminho por onde você pode passar para chegar onde quer é Ele mesmo. É por ele que você tem de passar. Ele é o caminho. “Eu sou o caminho, a verdade e a vida.” Cristo quer confirmar o meu e o seu lugar ao dizer: “Por onde queres passar? Eu sou o caminho. Onde queres chegar? Eu sou a verdade. Onde queres ficar? Eu sou a vida.” Da minha e sua parte cabe somente caminhar, pois, em plena segurança por este caminho que é Ele mesmo. Saiba que quem anda na luz sabe onde coloca os pés. E que anda nas trevas não sabe onde os põe. Fora do caminho, cuidado com as armadilhas, porque, dentro do caminho, o inimigo não ousa atacar – o caminho é Cristo – mas fora do caminho ele monta as suas armadilhas.

O nosso caminho é Cristo na sua humildade; o Cristo verdade e vida é Cristo na sua grandeza, na sua divindade. Se seguir o caminho da humildade, chegará ao Altíssimo; se, na sua fraqueza, não desprezar a humildade, permanecerá cheio de força no Altíssimo.

Porque é que Cristo tomou o caminho da humildade? Foi por causa da minha e da sua fraqueza que estava ali como obstáculo intransponível; foi para nos libertar dela que tão grande médico veio a nós. Não podíamos ir até ele; ele veio até nós. Veio ensinar-nos a humildade, esse caminho de regresso, porque era o orgulho que nos impedia de retornar à vida que o pecado nos tinha feito perder.
Então, Jesus, tornando-se nosso caminho, grita-nos: “Entrai pela porta estreita!” (Mt 7,13).

O homem esforça-se por entrar, mas o inchaço do orgulho impede-nos de entrar. Aceitemos o remédio da humildade, bebamos esse medicamento amargo, mas salutar.

O homem inchado de orgulho pergunta: “Como poderei entrar?” Cristo responde: “Eu sou o caminho, entra por mim. Eu sou a porta (Jo 10,7), por que procurar noutro sítio?” Para que não se perca ele se fez tudo por você e diz-lhe: “Sê humilde, sê manso” (Mt 11,29).

Vivamos imitando o Filho próprio de Deus que é o caminho, não apenas pelos seus exemplos e ensinamentos, mas também porque se identifica com a Verdade e a Vida. Ele está no Pai e o Pai está nele, fazendo Um com Ele. Por isso afirma que «quem me vê, vê o Pai». Aqui radica o fato de Jesus ser não apenas o caminho, mas o único caminho para o Pai que é a Suprema Verdade e Vida.

padre mendonça ddd doidin de deus grampulino e ambrosio

Pe. Mendonça – Sacerdote da Diocese de Benguela – Angola
No Brasil é Estudante de Comunicação Social – Rádio e TV
Residente na Comunidade Canção Nova – Cachoeira Paulista – SP

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: