Zagueiro do Juventus rasga o verbo sobre o uso da camisinha

24 03 2009

Se a gente olha pra um lado e para o outro e não vê mais ninguém dando testemunho da fé, muitas vezes nos sentimos sozinhos e a impressão de que estamos sós nos invade e acaba por enfraquecer. Como DDDs devemos ter a coragem de dizer sim ao plano de Deus e soltar a voz à favor de seu projeto de amor pra com a gente.

Uma das coisas que a gente pede a Deus é que o mundo entenda o porquê da luta da Igreja contra a camisinha. Não é contra o preservativo, mas contra justamente o ato sexual fora do matrimônio.

Veja o que zagueiro do Juventus teve a coragem de falar…

O zagueiro Nicola Legrottaglie, do Juventus, deu uma entrevista coletiva nesta segunda-feira para divulgar o lançamento da sua biografia em Turim. O jogador, de 32 anos, revela passagens importantes da sua vida profissional e pessoal. Sem medo de julgamento, fala sobre … Leia mais AQUI

Anúncios




VÍDEO – Papa Lança seu canal no youtube

8 03 2009

papayoutube

O nosso querido papa Bento 16 se tornou uma das pessoas mais idosas a ter o seu canal próprio no YouTube. Ele aconselhou os jovens a usarem a nova mídia de forma sensata e tentar evitar a obsessão online que pode isolá-los da vida real.

Então pra gente ficar por dentro dessa novidade, o canal do Vaticano (www.youtube.com/vaticanit) terá vídeos curtos sobre as atividades do papa de 81 anos, além de eventos e cultos no Vaticano, com áudio e texto, inicialmente, em inglês, espanhol, alemão e italiano.

(Fonte: Reuters)

Então pra quem entende italiano segue um dos vídeos do canal do Papa:





Mensagem do Papa Bento XVI para a CF 2009

25 02 2009

papa e cf2009

Ao iniciar o itinerário espiritual da Quaresma, a caminho da Páscoa da ressurreição do Senhor, desejo uma vez mais aderir à Campanha da Fraternidade que, neste ano de 2009, está destinada a considerar o lema “A paz é fruto da justiça”. É um tempo de conversão e de reconciliação de todos os cristãos, para que as mais nobres aspirações do coração humano possam ser satisfeitas, e prevaleça a verdadeira paz entre os povos e as comunidades.

Meu venerável predecessor, o Papa João Paulo II, no Dia Mundial da Paz de 2002, ao ressaltar precisamente que a verdadeira paz é fruto da justiça, fazia notar que “a justiça humana é sempre frágil e imperfeita” devendo ser “exercida e de certa maneira completada com o perdão que cura as feridas e restabelece em profundidade as relações humanas transtornadas” (n.3).

O Documento final de Aparecida, ao tratar do Reino de Deus e a promoção da dignidade humana, recordava os sinais evidentes da presença do Reino na vivência pessoal e comunitária das Bem-aventuranças, na evangelização dos pobres, no conhecimento e cumprimento da vontade do Pai, no martírio por causa da fé, no acesso de todos os bens da criação, e no perdão mútuo, sincero e fraterno, aceitando e respeitando a riqueza da pluralidade, e a luta para não sucumbir à tentação e não ser escravos do mal (n. 8.1).

A Quaresma nos convida a lutar sem esmorecimento para fazer o bem precisamente por sabermos como é difícil que nós, os homens, nos decidamos seriamente a praticar a justiça – e ainda falta muito para que a convivência se inspire na paz e no amor, e não no ódio ou na indiferença. Não ignoramos também que, embora se consiga atingir uma razoável distribuição dos bens e uma harmoniosa organização da sociedade, jamais desaparecerá a dor da doença, da incompreensão ou da solidão, da morte das pessoas que amamos, da experiência das nossas limitações.

Nosso Senhor abomina as injustiças e condena quem as comete. Mas respeita a liberdade de cada indivíduo e por isso permite que elas existam, pois fazem parte da condição humana, após o pecado original. Contudo, seu coração cheio de amor pelos homens levou-o a carregar, juntamente com a cruz, todos esses tormentos: o nosso sofrimento, a nossa tristeza, a nossa fome e sede de justiça. Vamos pedir-lhe que saibamos testemunhar os sentimentos de paz e de reconciliação que O inspiraram no Sermão da Montanha, para alcançar a eterna Bem-aventurança.

Com estes auspícios, invoco a proteção do Altíssimo, para que sua mão benfazeja se estenda por todo o Brasil, e que a vida nova em Cristo alcance a todos em sua dimensão pessoal, familiar, social e cultural, derramando os dons da paz e da prosperidade, despertando em cada coração sentimentos de fraternidade e de viva cooperação. Com uma especial Bênção Apostólica.

Benedictus PP. XVI





Objetivos da Campanha da Fraternidade 2009

25 02 2009

ESTA MATÉRIA FOI TRANSFERIDA PARA O NOVO SITE DDD
CLICANDO NA IMAGEM ABAIXO VOCÊ SERÁ REDIRECIONADO PARA ESTA MATÉRIA!!!
SITE

Acesse:
www.souddd.com.br





Igreja realiza lançamento nacional da CF 2009, em Aparecida

25 02 2009

cf Lançada, oficialmente, hoje, quarta-feira de Cinzas, no Santuário de Aparecida, a Campanha da Fraternidade 2009, que, este ano tem como tema: “Fraternidade e Segurança Pública” e como lema: “A paz é fruto da justiça”.

Trata-se de um evento inédito, pois, até agora, o lançamento da Campanha da Fraternidade havia sido feito em Brasília, na sede da CNBB. Esta vez, foi no Santuário de Aparecida. A Arquidiocese de Brasília fará a abertura oficial no próximo dia 1º de março, às 17h00, na Paróquia São Sebastião, em Planaltina (DF).

O evento reuniu coordenadores de pastorais e movimentos leigos da arquidiocese, bem como dirigentes de entidades e organizações cujas atividades se associam à temática da Campanha. Presidiu a cerimônia o vigário geral Padre João Ignácio Périus.

Para a abertura da Campanha da Fraternidade 2009, o arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno Assis presidiu, esta manhã, a uma Santa Missa, concelebrada pelo secretário-geral da CNBB, Dom Dimas Lara Barbosa. A celebração foi transmitida ao vivo, a partir das 9h00, pela TV Aparecida, pela Rede Vida de Televisão e pela TV Século XXI.

Após a celebração Eucarística, o secretário-geral da CNBB, Dom Dimas, e o arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo, presidiram a uma coletiva de imprensa, durante a qual foi divulgada a mensagem que o papa Bento XVI costuma enviar para a Campanha da Fraternidade.

Solicitado pela Pastoral Carcerária e pela Pastoral da Criança, com o apoio das demais pastorais e movimentos da Igreja, o tema “Segurança Pública” foi aprovado pelo Conselho Permanente da CNBB, há dois anos, e tem como objetivo suscitar o debate sobre Segurança Pública na sociedade, bem como sobre as causas da violência e a cultura do medo. Com a CF/2009, a Igreja convoca a sociedade a promover uma cultura de paz em todos os âmbitos sociais.

Realizada desde os anos 60, a Campanha da Fraternidade é uma atividade ampla de evangelização desenvolvida no período da Quaresma. Os temas, todos os anos, são diferentes e têm o objetivo de despertar o espírito comunitário e cristão no povo, educar para a vida em fraternidade e renovar a consciência da responsabilidade de todos pela ação da Igreja na evangelização.

.: Veja fotos da Missa – Por cancaonova.com

Fonte: Rádio Vaticana





Mensagem do Papa Bento XVI para a Quaresma 2009

24 02 2009

Queridos irmãos e irmãs!
No início da Quaresma, que constitui um caminho de treino espiritual mais intenso, a Liturgia propõe-nos três práticas penitenciais muito queridas à tradição bíblica e cristã – a oração, a esmola, o jejum – a fim de nos predispormos para celebrar melhor a Páscoa e deste modo fazer experiência do poder de Deus que, como ouviremos na Vigília pascal, «derrota o mal, lava as culpas, restitui a inocência aos pecadores, a alegria aos aflitos. Dissipa o ódio, domina a insensibilidade dos poderosos, promove a concórdia e a paz» (Hino pascal). Na habitual Mensagem quaresmal, gostaria de reflectir este ano em particular sobre o valor e o sentido do jejum. De facto a Quaresma traz à mente os quarenta dias de jejum vividos pelo Senhor no deserto antes de empreender a sua missão pública. Lemos no Evangelho: «O Espírito conduziu Jesus ao deserto a fim de ser tentado pelo demónio. Jejuou durante quarenta dias e quarenta noites e, por fim, teve fome» (Mt 4, 1-2). Como Moisés antes de receber as Tábuas da Lei (cf. Êx 34, 28), como Elias antes de encontrar o Senhor no monte Oreb (cf. 1 Rs 19, 8), assim Jesus rezando e jejuando se preparou para a sua missão, cujo início foi um duro confronto com o tentador.

Leia mais…





Mensagem de Natal do Papa Bento XVI

27 12 2008


…Amados irmãos e irmãs, hoje «manifestou-se a graça de Deus Salvador» (cf. Tt 2, 11), neste nosso mundo, com as suas potencialidades e as suas debilidades, os seus progressos e as suas crises, com as suas esperanças e as suas angústias.

Hoje refulge a luz de Jesus Cristo, Filho do Altíssimo e filho da Virgem Maria: «Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro.

Por nós, homens, e para nossa salvação desceu dos Céus». Adoramo-Lo hoje, em cada ângulo da terra, envolvido em faixas e reclinado numa pobre manjedoura. Adoramo-Lo em silêncio enquanto Ele, ainda infante, parece dizer-nos para nossa consolação: não tenhais medo, «Eu sou Deus e não há outro» (Is 45, 22). Vinde a Mim, homens e mulheres, povos e nações. Vinde a Mim, não temais! Vim trazer-vos o amor do Pai, mostrar-vos o caminho da paz.

Vamos, pois, irmãos! Apressemo-nos, como os pastores na noite de Belém. Deus veio ao nosso encontro e mostrou-nos o seu rosto, rico em misericórdia! A sua graça não seja vã para nós! Procuremos Jesus, deixemo-nos atrair pela sua luz, que dissipa a tristeza e o medo do coração do homem; aproximemo-nos com confiança; com humildade, prostremo-nos para O adorar. Feliz Natal para todos!

[Tradução do original italiano distribuída pela Santa Sé
© Copyright 2008 – Libreria Editrice Vaticana]